“Shallow” – Para a História

“Shallow” vai ficar na História.

Pelo menos para mim, como eu olho e sinto o Mundo, e o que nele me causa impacto e me inspira.

“Shallow” carrega um poder que não irei tentar explicar aos outros, pois tenho consciência que certas coisas explicam-se por elas próprias, e são belas, sempre, não importando o ângulo que a olhes, o momento que a ouças, a emoção que sintas, ou o lugar e tempo em que te encontres…e isso, é então Beleza e Arte verdadeira.

Existem muitos exemplos disto que expresso, como por exemplo outras músicas e performances, obras de arte antigas e modernas, livros e filmes, e mais expressões daquilo que é grandioso e perene na nossa Humanidade.

Mas divago.

Não explicando, pois não lhe trarei mais luz ou brilho, deixo porém a minha tradução da letra desta maravilhosa expressão de Arte. Inspirado, e agradecido a quem me apresentou esta potente mensagem, e surpreendido pelas capacidades vocais de Bradley Cooper, e ainda “abismado” pela voz de Lady Gaga; a minha singela homenagem, também como Coach de Relacionamentos;

 

Porque minhas senhoras e senhores, o superficial vale tanto quanto a sua profundidade, e o erro da nossa geração, o grande erro, na minha opinião é o quão pouco profundos e corajosos somos com o Ser e Sentir. Fomos e somos levados a valorizar o Ter e o Fazer. Que possamos sair do “shallow”, rumo a algo mais profundo e valioso. Assim possas ser, sem temer. Enquanto não tomares consciência disto, é muito provável que continues a sofrer e a desconfiar…

 

 

Superficial

Diz-me alguma coisa, rapariga. Tu és feliz neste mundo moderno?

Ou precisas de mais? Há algo mais que procuras?

Eu estou a cair. Em todos os momentos bons, eu vejo-me a ansiar por mudança

E nos momentos maus, eu temo por mim

 

Diz-me uma uma coisa, rapaz

Não estás cansado, de tentar preencher esse vazio?

Ou precisas de mais?

Não é difícil manter essa dor tão intensamente?

 

Eu estou a cair

Em todos os momentos bons eu vejo-me a ansiar por mudança

E nos momentos maus, eu temo por mim

 

Eu já saí do fundo, olha enquanto eu volto a mergulhar

Nunca encontrarei o chão

Vamos sair já da superfície, onde eles não nos podem magoar

 

Do superficial

Do superficial

Do superficial

Agora estamos longe do superficial

 

Eu já saí do fundo, olha enquanto eu mergulho

Eu nunca vou chegar ao chão

Atravessemos a superfície, onde eles não nos podem magoar

 

Estamos longe do superficial agora

 

Do superficial

Do superficial

Do superficial

Agora estamos longe do superficial.

 

2 comentários

1 ping

    • Ana on 25 Fevereiro, 2019 at 19:26

    É um assombro esta melodia, faz me mergulhar no meu interior e procurar forças para emergir à superfície como uma brisa do mar… que tanto procuro!

    • Ana Machado on 13 Maio, 2021 at 19:11

    Mensagem profunda e verdadeira e que nem todos compreenderão, pois vivem submersos nas exigências do dia a dia, sem
    perceberem a magnitude da Vida! Sem acordarem para a Vida em Amor! Gratidão

  1. […] o nosso coração a reter. A dor vem de punir os nossos parceiros. O vazio é resultado da superficialidade  Por isso mesmo, não é […]

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.